Como a poluição doméstica afeta nossa saúde?

3 minutos para ler

Sempre ouvimos sobre poluição e cuidados com o meio ambiente, mas infelizmente, nem todo mundo leva isso a sério. Muitos ignoram o quanto nosso planeta está sendo afetado a cada dia que passa. Segundo um estudo divulgado pela Organização Mundial de Saúde, no dia 25 de março de 2014, a poluição atmosférica matou quase 7 milhões de pessoas em 2012.

Estamos expostos à poluição a todo o momento e em todo lugar, inclusive dentro de nossa casa. Conheça agora os tipos de poluição doméstica que afeta nossa saúde diariamente, mesmo sem a gente perceber.

TIPOS DE POLUIÇÃO DOMÉSTICA

Alguns produtos que temos em casa deixam o ar poluído e por vezes podem ser prejudiciais para nós. Em alguns casos, produtos ou materiais tóxicos apresentam até 5 vezes mais poluição dentro de casa do que na rua.

Purificadores de ar: Alguns purificadores soltam ozono enquanto limpam o ar.

Velas: Liberam partículas e moléculas voláteis que prejudicam a qualidade do ar que respiramos.

Tapetes e Cortinas: Escondem poeiras, fungos e bactérias em seu interior. Precisam ser lavados e aspirados com frequência.

Produtos de limpeza e higiene: Produtos químicos que contêm compostos refinados de petróleo, como os produtos domésticos de limpeza, os pesticidas, as tintas e os perfumes, poluem o ar da mesma forma que veículos a motor. Além de poluir as águas, os produtos de limpeza podem causar problemas respiratórios e alergias.

Cigarro: Esse poluente não afeta apenas o fumante, mas também prejudica as pessoas que acabam por inalar a fumaça passivamente. É de extrema importância proibir o uso de cigarros dentro de casa.

Alumínio: O alumínio é absorvido no nosso organismo através da nossa alimentação e do ar que respiramos. Apesar disso, os pulmões, estômago e rins trabalham em conjunto para eliminar mais de 95% da quantidade total ingerida. Estudos mostram o impacto desse metal no organismo e a ocorrência de doenças neuro degenerativas, doenças autoimunes  e câncer.

Embalagens de plástico: Os alimentos embalados em recipientes de plástico podem se contaminar e, quando consumidos, ingerimos também o bisfenol, cujo consumo está associado a diabetes, síndrome do ovário policístico, cânceres, infertilidade, doenças cardíacas, fibromas uterinos, abortos, endometriose, déficit de atenção, entre muitas outras doenças.

Estamos expostos à poluição em todo lugar e, por isso, precisamos buscar medidas alternativas para diminuir o impacto dos poluentes em nossa saúde.

Clique aqui e saiba mais!

Posts relacionados

Deixe um comentário