15 dicas de como evitar a infecção urinária

3 minutos para ler

Para iniciar o nosso bate papo de hoje, vamos explicar melhor o que é a tão temida infecção urinária.

Essa infecção é ocorrida pela presença anormal de microrganismos na região do trato urinário. E, normalmente, as mulheres são mais afetadas do que os homens, devido a anatomia do corpo. A uretra feminina é bem mais curta do que as dos homens e, consequentemente, as bactérias percorrem um caminho menor até a bexiga. Além disso, a uretra das mulheres fica mais próxima da vagina e do ânus, uma área bastante sujeita à presença de bactérias.

SINTOMAS

– Ardência forte ao urinar;

– Vontade constante de urinar, mesmo após o ato;

– Urina escura;

– Urina com sangue;

– Urina com odor muito forte;

– Dor pélvica;

– Dor no reto;

– Incontinência urinária;

– Febre;

– Sede excessiva;

– Corrimento uretral;

– Náuseas e vômitos;

– Dor lombar;

– Desorientação e alterações do estado de consciência

COMO SE PREVENIR DA INFECÇÃO URINÁRIA?

– Manter sempre a boa higiene da genital;

– Beber bastante água ao decorrer do dia;

– Urinar após a relação sexual para eliminar as possíveis bactérias que entram no trato urinário e para lavar a bexiga;

– Higienizar o órgão genital antes e depois da relação sexual;

– Ao limpar a região da vagina e perianal, limpar sempre da frente para trás para evitar o contato com as bactérias do ânus. Porém, a melhor forma de higienização é lavar com água e sabonete em vez de utilizar o papel higiênico;

– Evitar calças e shorts apertados. Optar por tecidos soltos sempre que possível;

– Evite banhos de banheira;

– Não utilize ducha vaginal;

– Não utilize produtos químicos na região, como por exemplo: perfume, desodorante, talco;

– Nunca segure a urina por muito tempo na bexiga;

– Utilize calcinhas/cuecas de algodão. Esse tecido facilita a circulação de ar na região;

– Ingerir a fruta cranberry ajuda a evitar a infecção urinária;

– Não utilize protetor diário com frequência. Apesar do nome, o mini absorvente prejudica a circulação de ar na vagina, aumentando o acumulo de bactérias;

– Durma sem calcinha/cueca. A região genital também fica abafada por muitas horas durante o dia. Ao dormir, use apenas um short largo para arejar a área;

– Manter as roupas íntimas sempre limpas.

TRATAMENTO

O tratamento é realizado por um médico através da prescrição de antibióticos. Jamais se automedique.

Se você suspeita de estar com essa doença, agende uma consulta com nosso clínico geral para ser tratado o quanto antes. Ligue: 2757-5656.

Clique aqui e saiba mais!

Posts relacionados

Deixe um comentário