8 primeiros sintomas de gravidez

2 minutos para ler

Grande parte das mulheres já tiveram duvidas sobre estar grávida ou não. O primeiro sinal a ser percebido é o atraso menstrual, porém, os primeiros sinais e sintomas de gravidez podem surgir antes do atraso da menstruação. Esses sinais podem ser muito sutis e passarem despercebidos, apenas as mulheres que conhecem bem seu corpo ou que estão tentando engravidar conseguem detectá-los.

Para te ajudar nesse momento, destacamos os principais sintomas de gravidez no seu inicio. Em sua maioria começam a aparecer 12 após a concepção.

PRINCIPAIS SINTOMAS SÃO:

– Corrimento vaginal cor-de-rosa e cólica;

– Mamas sensíveis e inchadas;

– Cansaço incomum;

– Aversão a cheiros fortes;

– Variações de humor;

– Enjoos/vômitos

– Tonturas, sonolência e dor de cabeça;

– Atraso Menstrual.

COMO CONFIRMAR A GRAVIDEZ

Apesar de termos listados os primeiros sinais de gravidez, algumas mulheres não percebem a presença deles. Por isso, é importante fazer o teste de gravidez para ter certeza, nas seguintes formas:

– Exame de sangue:

Esse exame possibilita o diagnóstico de gravidez até quatro dias antes do atraso menstrual. O teste é feito em laboratórios sem prescrição médica.

– Exame de urina:

O hormônio presente na gravidez, o hCG, também é encontrado na urina. Mas a possibilidade de confirmação é maior 15 dias após o atraso menstrual.

– Exame de farmácia:

Esse teste é o mais comum, mas o índice de falha varia de 30 a 40%.

– Ultrassom:

É possível detectar a gravidez por meio da ultrassonografia, mas só é possível confirmar a gravidez após 5/6 semanas de gestação.

De acordo com o Ministério da Saúde, os primeiros sintomas de gravidez aparecem quando o óvulo se instala na parede do útero, alguns dias após a relação sexual. Porém, é importante ressaltar que os sintomas não são iguais para todas as mulheres. É possível que uma mulher gravida de 4 meses não tenha esses sintomas. Por isso, é recomendado fazer o teste para ter certeza e iniciar os cuidados necessários para a saúde da mãe e do bebe.

Clique aqui e saiba mais!

Posts relacionados

Deixe um comentário