O que é Puberdade Precoce?

4 minutos para ler

A puberdade é o período em que os meninos e meninas começam a desenvolver características adultas por volta dos 13/14 anos, quando se inicia a adolescência. Porém, há casos em que ocorre a Puberdade Precoce onde essas características surgem muito cedo, ainda durante a infância, por volta dos 8/9 anos de idade.

O desenvolvimento precoce das crianças pode afetá-los psicologicamente e fisicamente, por não entenderem muito bem o seu corpo e por serem diferentes das outras crianças que ainda não se desenvolveram nesse aspecto.

Normalmente as meninas são 5 a 10 vezes mais acometidas pela puberdade precoce do que os meninos. Além de ser mais fácil de identificar devido à aparição precoce dos seios, as meninas podem não apresentar uma causa estabelecida para a maturação acelerada do corpo. Já para os meninos, pode ser causada por algum problema no organismo.

SINTOMAS EM MENINAS: COMO IDENTIFICAR

– Crescimento do broto mamário;

– Desenvolvimento de pelos pubianos e axilares;

– Odor corporal;

– Crescimento acelerado;

– Acnes;

– Mudança no corpo: aumento no quadril e definição de cintura;

– Mudança de comportamento;

– Primeira menstruação.

SINTOMAS EM MENINOS: COMO IDENTIFICAR

– Aumento no volume dos testículos;

– Aumento no tamanho do pênis;

– Desenvolvimento de pelos pubianos, axilares e rosto;

– Mudança na voz;

– Acnes;

– Odor corporal;

– Mudança de comportamento;

– Crescimento acelerado;

– Mudança no corpo: os ombros e tronco mais largos;

– Aparecimento do pomo de adão;

– Ereção.

CAUSAS

“O quadro é classificado como central quando a causa tem origem no cérebro. Quando o problema é causado por algum problema em outras regiões do corpo, é chamado de puberdade precoce periférica”, explica a hebiatra Andrea Hercowitz, pediatra especialista em adolescentes, do Hospital Israelita Albert Einstein. Uma das causas pode ser causado pela genética. “A puberdade precoce pode ser uma característica familiar, sem nenhuma patologia associada”, explica.

Outras causas:

– Tumores;

– Peso acima do recomendado para a idade e altura;

– Desenvolvimento precoce dos hormônios sexuais;

– Baixo peso ao nascer;

– Contato com hormônios externos em grande quantidade, como:  agrotóxicos com o bisfenol A;

– Exposição a radiação no sistema nervoso central, utilizados em tratamento contra tumores e  leucemia;

– Outras condições de saúde como: Síndrome de McCune-Albright, hiperplasia adrenal congênita e hipotireoidismo.

TRATAMENTO E QUAL MÉDICO PROCURAR?

Em caso do aparecimento de alguns sintomas citados acima, é recomendado procurar um Endocrinologista Pediatra para avaliação clínica, física e exames complementares. É feito um histórico familiar com base nos primeiros sinais, na estatura dos pais, casos de puberdade precoce na família e outras doenças que podem estar interligadas.

É importante frisar que há casos em que as crianças podem se desenvolver cedo e não apresentarem nenhuma doença. Da mesma forma que há casos em que outras crianças se desenvolvem tarde e não apresentam nenhum problema. Por isso, o diagnostico e tratamento, caso necessário, só deve ser realizado por um médico especialista.

PREVENÇÕES

A maioria dos casos de puberdade precoce são identificados como idiopáticos, ou seja, quando esse problema não está ligado a nenhuma outra doença. Porém, alguns especialistas acreditam que é possível prevenir esse problema através de algumas práticas, como:

– Ter uma alimentação saudável e manter o peso da criança dentro do estimulado para a idade e altura;

– Ficar atento para não utilizar fontes externas de estrogênio e testosterona que estão presentes em alguns medicamentos, suplementos e cosméticos;

– Evitar o uso de cosméticos com parabenos, pois podem desregular os hormônios.

Fonte: www.minhavida.com.br

 

Clique aqui e saiba mais!

 

Posts relacionados

Deixe um comentário