Outono e as doenças que chegam com ele

3 minutos para ler

O final de março é marcado pelo inicio do outono. Após um verão com altas temperaturas, a nova estação vem para amenizar o forte calor e traz junto com ele algumas doenças típicas do outono, como: rinite, sinusite, laringite, faringite, otite, gripe, resfriado, pneumonia e etc. “Com as temperaturas mais baixas, as pessoas tendem a buscar lugares fechados, onde há aglomerações. Isso predispõe a disseminação de patógenos pelo ar e por superfícies”, conta o Dr. César Maurício da Silva, coordenador do Pronto Socorro Adulto do Hospital Carlos Chagas, em Guarulhos, SP.

O outono é uma estação que favorece a proliferação das bactérias e vírus que produzem essas doenças respiratórias devido às mudanças bruscas de temperatura. Além disso, o nosso sistema imunológico fica enfraquecido no outono devido ao gasto de energia do corpo se adaptar as temperaturas. O ar úmido cria um ambiente perfeito para a multiplicação dessas doenças.

Os idosos, crianças e portadores de doenças crônicas são os mais prejudicados nessa estação. Por isso, é preciso ter atenção diária com a saúde destas pessoas no outono. Algumas recomendações são dadas para evitar a contaminação dessas doenças.

COMO SE PREVINIR

– Beba bastante água;

– Evite locais fechados com muitas pessoas;

– Lave frequentemente as mãos;

– Lave o nariz com soro fisiológico 2x ao dia;

– Mantenha suas vacinas em dia;

– Cubra a boca com um lenço na hora de espirrar e tossir;

– Utilize capa impermeável em colchoes e travesseiros;

– Retire tapes e cortinas de casa, principalmente no quarto de quem mais sofre com as alergias.

Todos os anos o SUS e Ministério da Saúde promovem a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. O governo federal disponibiliza essa vacina gratuitamente para os grupos de riscos: idosos, gestantes, mulheres com até 45 dias pós-parto, crianças de 6 meses até 5 anos, doentes crônicos, profissionais da saúde e populações indígenas. Para quem não está incluso nesse grupo, é possível se vacinar em clínicas particulares.

Para mais informações, consulte seu médico.

Fontes:
http://www.maisequilibrio.com.br/saude/cuidado-com-as-doencas-do-outono-5-1-4-532.html
http://www.oieduca.com.br/artigos/saude/doencas-de-outono.html

Clique aqui e saiba mais!

Posts relacionados

Deixe um comentário