A importância da amamentação

3 minutos para ler

Não há duvidas de que o leite materno é imprescindível nos primeiros meses de vida de um bebê. Para ele, o leite materno é o alimento mais completo para sua nutrição e desenvolvimento, além de produzir anticorpos que o proteger contra doenças. O leite materno contém tudo que o bebê precisa: rico em água, vitaminas, proteínas, gorduras e outros nutrientes essenciais para o seu desenvolvimento e proteção.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o aleitamento materno deve ser exclusivo até os seis meses de vida e o complemento alimentar até os dois anos. É importante que cada mulher procure fazer da forma que melhor funciona para ela e o bebê. Em alguns casos, é necessário procurar ajuda de um profissional caso tenha dificuldades na amamentação e isso é normal. Os benefícios para mãe e bebê fazem valer a pena trabalhar esse momento.

BENEFICIOS PARA O BEBÊ

– Aumenta a imunidade e diminui a taxa de mortalidade de bebes;

– Criação do laço afetivo com a mãe;

– Melhor alimento para o intestino;

– Previne cólica;

– Combate à anemia;

– Auxilia no desenvolvimento cognitivo;

– Desenvolve a arcada dentária;

– Diminui as chances de o bebê ter alergias;

– Acalma o bebê;

– Ajuda no crescimento de prematuros;

– É fundamental para o desenvolvimento cerebral.

BENEFÍCIOS PARA A MÃE

– Fortalece o laço entre mãe e bebe;

– Auxilia na recuperação da mulher;

– Diminui o risco de câncer de mama, endométrio e de ovário;

– Ajuda na perda de peso;

– Diminui o risco de desenvolver diabetes tipo 2 na mãe

Esse momento vem acompanhado de algumas dificuldades no inicio como dor, fissuras no bico do peito, pouca produção de leite e dificuldade de achar a posição que melhor se encaixa, por exemplo. Por isso, deve ser vivo conforme o desejo da mãe. É importante não valorizar a opinião de terceiros que acham saber o que é melhor para a mãe e bebê. Procure informações e apoio. Esse momento deve ser vivido com amor e tranquilidade.

BANCOS DE LEITE HUMANO  

Os Bancos de Leite Humano (BLH) são um dos principais iniciativas para a redução da mortalidade infantil. No Brasil, existem 221 bancos de leite e 188 postos de coleta, além de coleta domiciliar. Desde 2011, mais de oito milhões de mulheres receberam assistência através da rede de bancos de leite humano.

Se você produz mais leite do que seu bebê consome, procure um BLH para ser uma doadora e ajuda a salvar muitas crianças pelo país. Para mais informações, acesse: http://rblh.fiocruz.br/

Clique aqui e saiba mais!

Posts relacionados

Deixe um comentário