Doenças infantis prevenidas por vacinas

5 minutos para ler

A vacina é o meio mais eficaz no fortalecimento do sistema imunológico contra agentes infecciosos e bacterianos. Ao tomar as vacinas recomendadas pelo Ministério da Saúde, seu corpo fica resistente as doenças que o atingirem.

A vacinação infantil é de grande importância para evitar o contágio de diversas doenças graves. O Programa Nacional de Imunizações recomenda que as primeiras vacinas devam ser dadas ao bebê ainda na maternidade, são elas: a BCG, vacina contra a tuberculose, e a vacina contra hepatite B.

Em caso de maternidades que não adotam essa postura de vacinação, os pais devem procurar um posto de saúde para realizar a vacinação entre a primeira e segunda semana de vida da criança.

DOENÇAS EVITADAS POR VACINAS

– Difteria

– Tétano

– Coqueluche

– Haemophillus Influenzae tipo B

– Hepatite A

– Hepatite B

– Sarampo

– Caxumba

– Rubéola

– Gripe

– Pneumonia

– Varicela (Catapora)

– Polio

– HPV

– Rotavírus

QUANDO DEVO TOMAR AS VACINAS?

Para evitar a proliferação de doenças, o Ministério da Saúde conta com um Calendário de Vacinas para os pais realizarem a imunização das crianças nos períodos indicados no Cartão de Vacinação.

– Ao Nascer

BCG (Bacilo Calmette-Guerin): Previne as formas graves de tuberculose, principalmente miliar e meníngea (dose única).

Hepatite B – dose única.

– 2 meses

Pentavalente: Previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e meningite e infecções por HiB (1ª dose);

Vacina Inativada Poliomielite (VIP): Previne poliomielite ou paralisia infantil (1ª dose);

Pneumocócica 10 Valente: Previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo (1ª dose);

Rotavírus: previne diarreia por rotavírus (1ª dose);

– 3 meses

Meningocócica C: Previne a doença meningocócica C (1ª dose).

– 4 meses

Pentavalente: Previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e meningite e infecções por Haemóphilus influenzae tipo B (2ª dose);

Vacina Inativada Poliomielite (VIP): Previne a poliomielite ou paralisia infantil (2ª dose);

Pneumocócica 10 Valente: Previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo (2ª dose);

Rotavírus: Previne diarreia por rotavírus (2ª dose).

– 5 meses

Meningocócica C: Previne doença meningocócica C (2ª dose);

– 6 meses

Pentavalente: Previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e meningite e infecções por HiB (3ª dose);

Vacina Inativada Poliomielite (VIP): Previne poliomielite ou paralisia infantil (3ª dose).

– 9 meses

Febre Amarela: previne a febre amarela (dose única).

– 12 meses

Tríplice viral: Previne sarampo, caxumba e rubéola (1ª dose);

Pneumocócica 10 Valente: Previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo (Reforço);

Meningocócica C: Previne doença meningocócica C (Reforço).

– 15 meses

DTP (Difteria, tétano e coqueluche): 1º reforço;

Vacina Oral Poliomielite (VOP): Previne poliomielite ou paralisia infantil (1º reforço);

Hepatite A: dose única;

Tetra viral ou tríplice viral + varicela: Previne sarampo, rubéola, caxumba e varicela/catapora (uma dose).

– 4 anos

DTP (Difteria, tétano e coqueluche): 2º reforço;

Vacina Oral Poliomielite (VOP): Previne poliomielite ou paralisia infantil (2º reforço);

Varicela atenuada: Previne varicela/catapora.

– 9 a 14 anos

HPV: Previne o papiloma, vírus humano que causa cânceres e verrugas genitais (2 doses com seis meses de intervalo).

– 11 a 14 anos

HPV: Previne o papiloma, vírus humano que causa cânceres e verrugas genitais (2 doses com seis meses de intervalo);

Meningocócica C: Doença invasiva causada por Neisseria meningitidis do sorogrupo C (Dose única ou reforço).

– 10 a 19 anos

Hepatite B: 3 doses, de acordo com a situação vacinal;

Febre Amarela: 1 dose se nunca tiver sido vacinado;

Dupla Adulto: Previne difteria e tétano (Reforço a cada 10 anos);

Tríplice viral: Previne sarampo, caxumba e rubéola (2 doses, a depender da situação vacinal anterior);

Pneumocócica 23 Valente: Previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo (1 dose a depender da situação vacinal. A vacina Pneumocócica 23V está indicada para grupos-alvo específicos);

Dupla Adulto: Previne difteria e tétano (Reforço a cada 10 anos).

– 20 a 59 anos

Hepatite B: 3 doses, de acordo com a situação vacinal;

Febre Amarela: dose única, verificar situação vacinal;

Tríplice viral: Previne sarampo, caxumba e rubéola (se nunca vacinado: 2 doses (20 a 29 anos) e 1 dose (30 a 49 anos);

Dupla adulto (DT): Previne difteria e tétano (Reforço a cada 10 anos);

Pneumocócica 23 Valente: Previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo ( 1 dose é indicada para grupos-alvo específicos a depender da situação vacinal).

– 60 anos ou mais

Hepatite B: 3 doses, de acordo com a situação vacinal;

Febre Amarela: dose única, verificar situação vacinal;

Dupla Adulto: Previne difteria e tétano (Reforço a cada 10 anos);

Pneumocócica 23 Valente: Previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo (reforço a depender da situação vacinal. A vacina está indicada para grupos-alvo específicos, como pessoas com 60 anos e mais não vacinados que vivem acamados e/ou em instituições fechadas).

– Gestantes

Hepatite B: 3 doses, de acordo com a situação vacinal;

Dupla Adulto (DT): Previne difteria e tétano (3 doses, de acordo com a situação vacinal);

dTpa (Tríplice bacteriana acelular do tipo adulto): Previne difteria, tétano e coqueluche (Uma dose a cada gestação a partir da 20ª semana de gestação ou no puerpério (até 45 dias após o parto).

Fonte: http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/vacinacao/calendario-vacinacao

Leia também: Epidemia de Sarampo

Clique aqui e saiba mais!

Posts relacionados

Um comentário em “Doenças infantis prevenidas por vacinas

Deixe um comentário