Diabetes é mais comum em mulheres

3 minutos para ler

Diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não consegue produzir insulina ou não consegue utilizar adequadamente a insulina que produz. A insulina é um hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue.

Segundo a Federação Internacional do Diabetes, cerca de 199 milhões de mulheres no mundo inteiro desenvolvem diabetes ao longo da vida. Até 2040, a estimativa é de que esse número chegue a 313 milhões. De acordo com o Ministério da Saúde, revela que 9,9% das mulheres brasileiras têm diabetes, enquanto que nos homens a prevalência é de 7,8%.

FATORES BIOLÓGICOS FEMININOS QUE AUMENTAM OS RISCOS PARA O DIABETES

  • Diabetes gestacional

Ocorre quando a paciente tem dificuldades em absorver o açúcar presente no sangue. Apesar de a doença regredir após o nascimento do bebe, é necessário que ocorra o tratamento durante a gestação. Pode ocorrer que a doença se tornar crônica com os o passar dos anos.

Fatores que aumentam o risco para diabete gestacional:

– Idade materna mais avançada;
– Ganho de peso excessivo durante a gestação;
– Sobrepeso ou obesidade;
– Síndrome dos ovários policísticos;
– História prévia de bebês grandes (mais de 4 kg) ou de diabetes gestacional;
– História familiar de diabetes em parentes de 1º grau (pais e irmãos);
– História de diabetes gestacional na mãe da gestante;
– Hipertensão arterial na gestação;
– Gestação múltipla (gravidez de gêmeos).

  • Menopausa

Quando a mulher chegar à menopausa, a menstruação acaba e, com isso, o corpo passa por algumas transformações. Um exemplo disso é a redução na produção dos hormônios estrógeno e progesterona que auxiliam no controle da insulina. Sem a produção normal desses hormônios, o nível açúcar no sangue pode ficar instável.

SINTOMAS DE DIABETES

– Fome em excesso;

– Muita sede;

– Infecções frequentes;

– Feridas que demoram a cicatrizar;

– Alteração na visão;

– Formigamento nos pés e mãos;

– Aparecimento de furúnculos;

– Vontade de urinar muitas vezes ao dia;

– Perda de peso;

– Fraqueza;

– Cansaço;

– Mudanças de humor;

– Náusea e vômito.

COMO PREVENIR O DIABETES?

– Manter o peso ideal para o seu corpo;

– Evitar doces de gorduras na alimentação;

– Ingerir alimentos ricos em fibra;

– Praticar exercícios físicos regularmente;

-Realizar exames de pré-natal na gestação;

– Não fumar;

– Não beber bebidas alcoólicas em excesso;

– Controlar a pressão arterial;

– Evitar remédios que possam agredir ao pâncreas.

O quanto antes o paciente receber o diagnóstico para diabetes, melhor será o controle no tratamento indicado pelo médico endocrinologista. É preciso manter uma dieta equilibrada, uso de insulina e exercícios regulares. O paciente pode ter uma vida normal desde que siga as orientações médicas.

 

Clique aqui e saiba mais!

 

Referências: https://hospitalsiriolibanes.org.br/sua-saude/Paginas/diabetes-mais-comum-nas-mulheres-que-nos-homens.aspx
https://www.diabetes.org.br/publico/temas-atuais-sbd/1369-diabetes-menopausa
https://www.minhavida.com.br/saude/temas/diabetes

Posts relacionados

Deixe um comentário